2 de mai de 2012

Abordagem Curricular High/Scope

Você conhece a abordagem curricular High/Scope? Não?
Então conheça um pouco sobre ela através do vídeo feito pela Univesp TV em parceria com o programa complementar da disciplina de Educação Infantil: abordagens curriculares, do curso de Pedagogia da UNESP.
O vídeo mostra uma entrevista com a professora Lenira Haddad, que participou de uma formação nos Estados Unidos sobre esta abordagem, surgida no país na década de 70.





Um comentário:

  1. A proposta é muito interessante, mas meu receio é que essa seja mais uma dos modismos aplicados à educação no Brasil, como foi o construtivismo da Emília Ferreiro, não entendido pelos educadores, contribuindo ainda mais para acentuar o analfabetismo no país (funcional, pois as crianças são promovidas sem as competências mínimas do ano/ciclo). A cada momento uma nova metodologia de ensino nos é apresentado, mas não há uma formação direcionada com acompanhamento sistemático. Assim, cada um desenvolve o método como acha melhor e mais conveniente a sua realidade. Isso é desastroso. Diante dos dados reais da educação brasileira, penso que as inovações metodológicas devam partir da nossa realidade. Enquanto nosso pensamento estiver voltado para o exterior, aquilo que aos nossos olhos parece ser legal não haverá mudanças significativas na educação brasileira. Porque não resgatar a metodologia Paulo Freire, adaptando-a aos novos tempos. Só o vejo ser lembrado dentro de um discurso político-social, demagogo, pois sua metodologia não se é valorizada.



    ResponderExcluir