20 de mai de 2012

Mas afinal, o que é Didática?

Está cada vez mais comum ouvirmos a seguinte constatação: “Aquele professor não tem didática!”.
Mas afinal, o que é didática? Será que todos os docentes de fato conhecem seu real significado?
Na forma adjetiva, a didática é conhecida desde a Grécia Antiga, com significado semelhante ao atual, ou seja, o termo estava ligado a ensino e aprendizagem.
A Didática como disciplina surgiu no século XVII através da ação do educador Comênio. Sua obra Didática Magna busca sistematizar a didática, definindo-a como a “arte de ensinar tudo a todos”.
Sua compilação, inspirada nos ideais da Reforma Protestante, foi um protesto contra o modelo de ensino da Igreja Católica Medieval. Era uma tentativa de estruturar o ensino através do conhecimento, atitude e sentimento.
Atualmente, segundo Baradel (2007) a Didática “é o estudo do processo de ensino e aprendizagem que compreendem formas de organização do ensino, uso e aplicação de técnicas e recursos pedagógicos, controle e a avaliação da aprendizagem, postura do professor e principalmente objetivos políticos-pedagógicos e críticos sobre o ensino”, em outras palavras, a didática é a ponte entre “o que” se quer ensinar e “o como” se deve ensinar.
E por que será que muitos alunos dizem que alguns professores não possuem didática?
O que acontece é que alguns docentes focalizam suas aulas em apenas uma vertente da didática, separando muitas vezes o ensino da aprendizagem. Mas ensinar e aprender são dimensões indissociáveis, um depende do outro para existir.
Logo, os docentes não podem proferir aquelas míticas frases: “Eu ensinei a minha classe, mas eles não aprendem!” ou “Os meus alunos não aprendem porque não querem!”.
Sendo assim, cabe aos professores se auto avaliarem e repensarem qual é o verdadeiro sentido de se “ter didática”. 


Mari Jane Silva e Paloma Silva


Referência Bibliográfica

BARADEL, Carina de Barros. Didática: contribuições teóricas e concepções de professores. Bauru: 2007. Disponível em: <http://www.fc.unesp.br/upload/pedagogia/TCC%20Carina%20Baradel%20-%20Final.pdf>. Acesso em: 2/4/12 

CASTRO, Amélia Domingues de. A Trajetória Histórica da Didática. São Paulo.

2 comentários:

  1. Realmente sempre usamos essa expressão, mas nunca tinha parado pra pensar da onde vinha e o seu real significado!
    Muito bom! Ótimo conteúdo!

    ResponderExcluir
  2. Obrigada Reprograme-se!

    Não deixe de conferir as novidades e registrar seus comentários. Sua opinião é muito importante para nós!

    ResponderExcluir